CGU envia para a Câmara Municipal relatório das irregularidades da obra da Lagoa

O vereador Raoni Mendes (PTB) apresentou na sessão desta quinta-feira (10), as solicitações feitas pela Controladoria Geral da União (CGU) à Prefeitura da Capital, relativas às obras da Lagoa do Parque Sólon de Lucena, e que foram omitidas pela gestão. Foram sete pedidos de fiscalização, porém várias informações deixaram de ser apresentadas.

Segundo Raoni Mendes, os responsáveis pela obra, nesse caso a prefeitura, omitiram informações importantes restringindo e prejudicando o trabalho de fiscalização da CGU, o que oferece argumentos suficientes para que seja instalada a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar as supostas irregularidades.

Dentre algumas das informações que foram negadas pela Prefeitura de João Pessoa, referentes à obra da Lagoa, está a garantia contratual para a execução, o processo de contratação e de pagamento às empresas responsáveis pela elaboração de projetos e pareceres, além de emissão de laudos técnicos  relacionados às obras de reabilitação do Parque.Foram cerca de 16 irregularidades verificadas no documento.

Também foram negadas explicações sobre os problemas na realização do serviço referente a remoção de solo mole, incluindo o transporte do material para o aterro sanitário. Segundo relatório da CGU, foi apontado que o material retirado foi menor que o calculado para o pagamento. “São inúmeras solicitações feitas pela CGU e negadas pelo prefeito Luciano Cartaxo e a prefeitura ainda vem alegar que a investigação tem cunho eleitoreiro?”, indagou Raoni Mendes.

A CPI pretende investigar as 200 mil toneladas de lixo retirados do local.  O pedido foi assinado pelos vereadores Raoni Mendes, Flávio Eduardo Fuba (PT), Lucas de Brito (DEM), Renato Martins (PSB), Zezinho Botafogo (PSB), além dos vereadores da base governista Djanilson da Fonseca (PPS), João dos Santos (PR) Felipe Leitão (SD), Chico do Sindicato (PP) e Bruno Farias (PPS).

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.