Gervásio deixa o PMDB detonando Manoel Júnior: “Não tem moral para falar”

O PMDB virou um partido de ‘médio ou pequeno porte’ na Paraíba. Com a confirmação da saída do deputado estadual Gervásio Maia Filho para os quadros do PSB e a possível saída do também deputado e Secretário de Governo, Trocólli Júnior, o partido comandado pelo senador José Maranhão, perdeu muito aliados políticos nos últimos 4 anos.

Só nesta quinta-feira (3), Gervasinho levou para se filiar ao PSB, nada mais nada menos que cerca de 100 lideranças políticas. Com ele foram 4 prefeitos, 40 vereadores, vários vice-prefeitos e e demais lideranças e pré-candidatos para as eleições 2016.

Gervasinho disse não guardar mágoas nem ressentimento do seu ex-partido, mas destacou não ter mais como se relacionar dentro do PMDB e estava muito constrangido.

RESPOSTA A MANOEL JÚNIOR

O agora socialista respondeu a um comentário feito por seu ex-desafeto no PMDB, o deputado federal Manoel Júnior, de que ele teria dado um ‘tirto no pé’ se filiando ao PSB. Gervasinho disparou: “Quem tem dado tiro no pé é ele em defender Eduardo Cunha. Todos sabem que é Tico e Teco”, disse o deputado que ainda concluiu: “Ele que nunca foi partidário; ele não votou em Vital e traiu o PMDB ainda no primeiro turno das eleições em 2014. Então é uma figura que não tem moral para falar”, sentenciou o deputado Gervásio Maia Filho.

Por Fábio Augusto

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.